sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Cobras invadem zonas urbanas de Miami (EUA)

Várias espécies de cobras gigantes, entre elas a jiboia e a píton africana, estão invadindo de forma descontrolada o Estado da Flórida (EUA) a tal ponto que conseguem se adaptar às áreas urbanas de Miami, alerta um estudo científico da agência americana de Pesquisas Geológicas (USGS). O controle desses ofídios, que não são nativos dos Estados Unidos, é muito difícil devido ao fato de se reproduzirem rapidamente em extensas áreas dos pântanos de Everglades.
Não há ainda mecanismos de controle que pareçam adequados para erradir essas cobras que representam um grande risco para espécies nativas e ecossistemas nas regiões cálidas do sul dos Estados Unidos, segundo o estudo.
O cientista Gordon Rodda, da USGS e um dos autores do estudo, afirma que a maior parte dessas serpentes pode se adaptar a uma variedade de habitats e é bastante tolerante à vida nas áreas urbanas. Jiboias e pítons africanas, por exemplo, já vivem de maneira silvestre em áreas metropolitanas de Miami, acrescentou.
Segundo a Comissão de Conservação de Pesca e Vida Silvestre da Flórida (FWC), muitas das serpetentes eram mascotes que foram abandonadas por seus donos pelos mais variados motivos no Everglades, a imensa reserva natural de pântanos no extremo sul do Estado.
Os especialistas assinalam que se trata de um problema que provavelmente começou há 20 anos com o furacão Andrew (1992), que fez com que muitas serpentes escapassem de pet shops e serpentários.
O perigo que representam essas cobras é similar aos dos caimãns (jacarés) que habitam em grande número o Everglades e cidades do sul da Flórida.
Em julho passado, uma menina de dois anos morreu estrangulada por uma píton birmanesa de 3,60 metros numa casa do condado de Sumter, na Flórida. (Fonte: France Presse / Folha Online)

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

ausencia

caros leitores
estarei ausente por uns 30, 40 dias e, infelizmente, nao terei condições de acessar meu blog.
espero que compreendam e até a volta.
tata pires

Tigres correm risco de estarem extintos na natureza dentro de 20 anos

Os tigres que vivem livres na natureza podem se extinguir em todo o mundo dentro de duas décadas, a não ser que sejam intensificados os esforços de conservação para frear o declínio de sua população, disseram especialistas em vida selvagem nesta quarta-feira.
Estima-se que hoje existam apenas 3.500 tigres vivendo livres em 12 países asiáticos e na Rússia, contra cerca de 100 mil há um século, disseram especialistas e conservacionistas.
Os tigres vêm sendo caçados ilegalmente para a extração de partes de seus corpos, e a Ásia está ao centro de um comércio ilegal de animais selvagens que a organização policial internacional Interpol estima possa movimentar mais de US$ 20 bilhões dólares por ano.
As peles dos tigres são vendidas no mercado negro para servir de tapetes ou capas. Em países como a China, uma pele de tigre pode valer até 20 mil dólares no mercado negro.
De acordo com conservacionistas, outros perigos enfrentados pelo chamado "patrimônio asiático" que é o tigre são a destruição de seus habitats e a redução da base de presas das quais eles se alimentam.
"Se a conservação dos tigres continuar sendo tratada como vem sendo até agora, a população de tigres estará fadada à extinção nos próximos 15 a 20 anos", disse à Reuters o diretor de programas do Fundo Salvar os Tigres, de Washington, Mahendra Shrestha, falando durante uma conferência sobre a conservação de tigres.
Shrestha disse que uma ação policial, patrulhas para combater a caça ilegal e a preservação dos habitats ainda remanescentes podem melhorar a situação.
"Existe esperança. Podemos fazer isto. Não se trata de ciência de vanguarda. Não é algo que exija muitas novas atividades", disse Shrestha.
"Mas é preciso uma vontade política forte de conservar os tigres, e também apoio internacional forte para as atividades dos países em que vivem tigres."
Ainda há tigres vivendo em liberdade em Bangladesh, Butão, Camboja, China, Índia, Indonésia, Laos, Malásia, Mianmar, Nepal, Rússia, Tailândia e Vietnã.
John Seidensticker, cientista chefe do Centro de Ecologia da Conservação do Zoológico Nacional Smithsonian, disse que o habitat dos tigres foi reduzido em 40 por cento na última década, devido à destruição das florestas.
"Nosso desafio é fazer as paisagens com tigres vivos valer mais que aquelas em que os tigres foram mortos", disse Seidensticker. "Acho que temos uma década para evitarmos a morte dos tigres." (Fonte: Reuters / Folha Online)

domingo, 25 de outubro de 2009

Dinamarca produz energia no mar

A Dinamarca acaba de inaugurar o maior campo de energia eólica offshore - instalado em águas - do mundo. O Horns Rev 2 entrou em operação em setembro e tem 91 turbinas, espalhadas numa área de 35 quilômetros quadrados no Mar do Norte. Quando estiver em plena capacidade, produzirá energia equivalente ao consumo de uma cidade de 200 mil habitantes. O investimento, de € 469 milhões, representa a retomada dos grandes projetos em energia eólica na Dinamarca, o país que transformou o vento em alternativa para a geração de eletricidade limpa
Horns está situado a 30 km da ilha de Jutland, uma das que formam o arquipélago da Dinamarca. Sua construção, um desafio por ser o mais distante da costa já erguido, é apresentada pelo governo como uma obra de arte da engenharia e envolveu 600 engenheiros e operários em dois anos de trabalhos. O campo de energia eólica offshore do país tornou-se o maior do mundo tanto em capacidade - produzirá 210 megawatts de eletricidade por ano -, quanto em número de geradores.
Além da grandeza da construção, suas turbinas, instaladas em 13 linhas de sete geradores, interconectados por uma rede de 70 quilômetros de cabos de fibra ótica, também são um feito em si. Fabricadas pela Siemens Wind Power, uma companhia dinamarquesa com capital alemão, são o que há de mais moderno já concebido pelo homem para a produção de energia com o vento. Gigantes, têm entre 30 e 40 metros abaixo do nível do mar e até 114,5 metros acima, considerando-se a extremidade da hélice mais alta. Para se sustentar no fundo de um mar arenoso e sujeito à erosão, cada uma foi erguida sobre uma fundação de toneladas de rochas, depositadas no fundo, em profundidades que variam de 9 a 17 metros.
Mais importante do que o feito de engenharia, entretanto, é seu significado para quem acredita em eletricidade limpa. Pioneira nos investimentos em energia eólica, a Dinamarca vivia desde o início da década um conflito político que vinha empacando novos investimentos. O governo liberal, hoje convertido pela necessidade de investir em desenvolvimento sustentável, julgava os subsídios públicos pagos à produção desnecessários - uma política que quase minou o negócio, cujas origens remontam aos anos 1970.
"Estamos vivendo um novo crescimento, agora não apenas impulsionado pelo mercado nacional, mas também pela Europa", disse ao Estado Morten Holmagir, um dos diretores do Centro Dinamarquês Offshore, órgão que reúne as empresas que investem na tecnologia.
O novo impulso vem do exterior, graças à competência dos dinamarqueses, que além de produzir cerca de 25% de sua energia com fontes renováveis são também exportadores líquidos de eletricidade. Desde que a nova "onda ambientalista" ganhou força, países como o Reino Unido, a Alemanha, a Suécia, a Holanda e a Bélgica estão investindo pesado na construção de campos em alto-mar, geralmente mais rentáveis do que os campos onshore, construídos sobre terra firme.
"Esses investimentos são ótimos, porque ninguém tem empresas fortes e know-how como os dinamarqueses", diz Holmagir, lembrando 30 anos de pesquisas tecnológica.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. (Fonte: Agência Estado / G1)

EXCLUSIVO: Troféu de plástico reciclado premia vencedores do GP Brasil 2009

Danielle Jordan / AmbienteBrasil
O australiano Mark Webber, da RBR, levou o troféu no Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1. Nesta mesma corrida o campeonato foi definido. Apesar da performance do brasileiro Rubens Barrichello, o inglês Jenson Button, ganhou o campeonato, mesmo chegando na quinta posição. Os resultados foram destaque na imprensa internacional neste final de semana. O GP Brasil 2009 contou ainda com outro destaque: o troféu. Mark Webber recebeu o prêmio que foi fabricado durante a prova, a partir de plásticos reciclados que foram coletados no Autódromo de Interlagos. Para a produção, foi instalada uma mini usina de reciclagem.Os resíduos foram coletados pela equipe da Cooperativa de Coleta Seletiva da Capela do Socorro (Coopercaps) durante os treinos e a prova. A ação contou ainda com apoio do Instituto Socioambiental do Plástico (Plastivida).Em material de divulgação à imprensa a Braskem, empresa responsável pela produção do troféu com resina reciclada, afirmou que a reciclagem é um dos compromissos da instituição. “Com essa ação, além de mostrar na prática que o plástico, presente em nosso dia a dia, é 100% reciclável e 100% reutilizável, também queremos demonstrar a importância da coleta seletiva para minimizar os impactos ambientais”, destacou o diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem, Jorge Soto.De acordo com informações da Plastivida, o Brasil recicla hoje 21% do plástico que produz. A média de reciclagem da União Européia é de 18,3%. A Alemanha é o país que mais recicla, 31%.

sábado, 24 de outubro de 2009

Desmatamento chega a 36 campos de futebol por minuto

Cerca de 13 milhões de hectares de florestas são destruídas por ano no mundo, o que equivale a 36 campos de futebol por minunto, alertou o Fundo Mundial para a Natureza (WWF), em um comunicado divulgado nesta quinta-feira (22), em Buenos Aires, no Congresso Florestal Mundial.A organização ecológica lançou na reunião um desafio aos líderes mundiais: conseguir atingir a meta do 'desmatamento zero' até 2020."Esta meta evidencia a escala e a urgência com que devemos enfrentar estas ameaças para manter a saúde do planeta", afirmou Rodney Taylor, diretor do Programa Florestal da WWF Internacional.Taylor enfatizou que "as florestas naturais do mundo devem ser conservadas para maximizar as reduções de emissões de gases de efeito estufa e a conservação da biodiversidade".Segundo a WWF, o ritmo de destruição florestal "gera quase 20% das emissões globais de gases de efeito estuda".A destruição das florestas nativas é um grave problema que atinge a Argentina, em especial no centro e norte do país, pelo 'boom' do cultivo de soja, principal produto de exportação.A Argentina tem atualmente 31 milhões de hectares de florestas nativas, o que equivale a 30% das massas florestais originais, segundo um documento apresentado no congresso, o que caracteriza, segundo os participantes, "uma verdadeira emergência florestal".(Fonte: Yahoo!)

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

www.eco4planet.com

O eco4planet (www.eco4planet.com) utiliza o sistema Google™ Pesquisas Personalizadas, mantendo a capacidade das buscas Google™, porém inovador na utilização predominante da cor preta para gerar economia de energia. Sua criação prova que pequenas ações diárias podem gerar economia de energia, resultando em menores gastos e vários outros benefícios.
Desde agosto de 2009 o eco4planet efetua o plantio de árvores de acordo com o número de pesquisas realizadas através dele, um passo importantíssimo para sua proposta ecológica. Você pode acompanhar o contador de árvores na página principal e via Twitter para ficar por dentro das datas e locais de plantio.
O eco4planet ainda economiza energia pois sua tela é predominantemente preta, e um monitor utiliza até 20% menos energia para exibi-la se comparado à tela branca. Considerando as mais de 2,55 bilhões de buscas diárias realizadas no Google™ com tempo médio suposto em 10 segundos por pesquisa e a proporção de monitores por tecnologia utilizada, teríamos com um buscador de fundo preto a economia anual de mais de 7 Milhões de Kilowatts-hora! Esse valor equivale:
Mais de 63 milhões de televisores em cores desligados por 1 hora;
Mais de 77 milhões de geladeiras desligadas por 1 hora;
Mais de 175 milhões de lâmpadas desligadas por 1 hora;
Mais de 58 milhões de computadores desligados por 1 hora.
Economizar energia é uma forma de ajudar o planeta uma vez que para geração de eletricidade incorre-se no alagamento de grandes áreas (hidrelétricas), poluição do ar com queima de combustíveis (termoelétricas), produção de lixo atômico (usinas nucleares), dentre outros problemas ambientais. Soma-se a isso o fato de que o eco4planet pode gerar menor cansaço visual ao visitante se comparado a uma página predominantemente branca.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Energia elétrica: use mas não abuse

Evitar o desperdício de energia elétrica é bom para todos. Além de economizar na conta de
energia, você preserva os recursos naturais. A natureza agradece, e o seu bolso também.
Como reduzir o consumo?
Cada aparelho elétrico da sua casa é responsável por parte do consumo de energia total no mês.
Instalação eficiente, cliente consciente!
Se você possui instalações elétricas bem conservadas e adequadas à potência dos aparelhos, parabéns! Além de preservar a sua segurança, você cuida do seu patrimônio.
Energia elétrica é coisa séria. Não improvise, nem faça “gatos”. Isso, além de perigoso, pode
prejudicar você e as pessoas ao seu redor. Procure por um profissional responsável e de confiança.
Para mais informações sobre economia de energia, acesse: www.cpfl.com.br/canaldaenergia
Aparelhos Elétricos
O gasto de energia elétrica numa casa depende da potência e do tempo de uso dos aparelhos elétricos.
Veja o consumo médio de alguns:
O secador de cabelo engana. Apesar de pequeno e baixo tempo de utilização, consome muita
energia devido a sua potência elevada. O consumo mensal é semelhante ao de uma
máquina de lavar roupa.
O chuveiro elétrico é o aparelho que mais consome energia em uma casa. Não o deixe ligado à toa.
A geladeira é o segundo aparelho que mais consome energia. Não se esqueça de manter
as borrachas de vedação da porta em bom estado, e guarde e retire alimentos e bebidas de uma só vez.
Em ambientes onde a iluminação faz-se necessária por longos períodos, dê preferência a lâmpadas fluorescentes. Elas duram mais em ambientes que precisam ficar iluminados por muito tempo. Além disso, gastam menos energia.
Paredes pintadas com cores claras deixam os ambientes mais aconchegantes e ainda ajudam a economizar na conta de luz.
Aparelhos em modo espera (stand by) representam em torno de 5% da conta de energia.
Eles ficam conectados à tomada e à rede elétrica e, por isso, consomem energia.
Deixe a luz do dia iluminar a sua casa. Evite acender lâmpadas quando estiver claro e
procure abrir janelas, cortinas e persianas.
Economia de energia começa na construção da sua casa. Ao construir ou reformar a sua casa, utilize materiais de boa qualidade, contrate profissionais qualificados e aproveite ao máximo a luz natural em cada ambiente.
Cuidados na hora da compra
Procure aparelhos elétricos com o selo de eficiência energética. O selo é concedido pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) e pelo Instituto Nacional de Metrologia,
Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). Os produtos que recebem este selo apresentam os melhores índices de eficiência energética dentro de suas categorias.

um dia sem sacola plástica

No embalo da campanha - Saco é um Saco -, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) lança o Dia do Consumidor Consciente - 15 de outubro - e propõe um desafio: Um dia sem sacola plástica. A exemplo do que aconteceu no Dia Sem Carro, a ideia da ação é despertar a consciência ambiental nos consumidores e incentivá-los a recusar as sacolas plásticas em suas compras nesta data, adotando uma sacola retornável ou outra alternativa.
O desafio do Dia Sem Sacola Plástica foi aceito pela rede de supermercados Carrefour -- a mais nova parceria da campanha Saco é um Saco -- começando pelo Rio de Janeiro, onde lojas estarão preparadas para estimular as donas-de-casa e demais clientes a recusar sacolas plásticas na boca do caixa.
A comemoração ainda será marcada pelo lançamento da estratégia de internet da campanha Saco é um Saco, com a apresentação do hotsite www.sacoeumsaco.com.br e das ações articuladas nas redes sociais, como Orkut, Twitter, Facebook e Youtube.
Apesar de prática, quando aceitamos uma sacola na locadora, na farmácia ou na padaria, não temos noção que anualmente 500 bilhões delas são descartadas inadequadamente no meio ambiente mundial, entupindo bueiros, causando enchentes, poluindo mares e matando tartarugas.
No Brasil, estima-se que 1,5 milhão de sacolas plásticas são consumidas a cada hora. Com uma conta rápida chegamos aos 36 milhões em 24 horas. Imagine quantos recursos naturais podem ser poupados em um único dia de consumo consciente.
Participe desse desafio e ajude a diminuir o impacto ambiental causado pelas sacolinhas. No dia 15 de outubro, adote um novo hábito de vida, contribua para diminuir esses números e se torne mais um consumidor consciente capaz de transformar a vida no Planeta.
"Saco é um saco. Pra cidade, pro Planeta, pro Futuro e pra Você". Recuse, reduza, reutilize! (Fonte: MMA)

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Desperdício de comida

Segundo o Relatório Mundial Sobre a Fome da ONU, estima-se que existam 854 milhões de pessoas subnutridas no mundo e um dos agravantes é o alto índice de desperdício de alimentos em todo o mundo.No Brasil, cerca de 40% da comida produzida acaba indo para o lixo, embora os famintos somem 14 milhões de brasileiros. A comida que acaba no lixo poderia alimentar cerca de dez milhões de brasileiros diariamente.
Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), a maioria da população compra alimentos in natura, prepara a comida em casa e acaba jogando no lixo cerca de 60% do que compra. Resultado: mais da metade do lixo produzido no Brasil anualmente é composta por restos de alimentos.
Segundo o IBGE o brasileiro consome 35 quilos de alimento por ano e a média de desperdícios no Brasil está entre 30% e 40%. Nos Estados Unidos, o índice não chega a 10%. Em tempo: no Brasil, uma lei diz que a pena para quem "entregar matéria-prima ou mercadoria em condições impróprias para o consumo" é de dois a cinco anos de detenção, restringindo os donos de restaurantes, por exemplo, a doarem alimentos que sobram. No entanto, algumas ONGs revertem doações de restaurantes e supermercados, minimizando este alto índice de desperdício.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Cuidando do bolso, da casa e do planeta

* Substitua o sabão em pó por líquido.
* Para amaciar suas roupas, adicione ½ copo de vinagre ou ¼ de copo de bicarbonato durante o enxágüe.
* Os detergentes para louça, na maioria das vezes produzem espuma desnecessária. Substitua-os por sabão dissolvido previamente em água quente.
* Arrume as torneiras que estão pingando. Uma torneira pingando desperdiça mais de 40 litros de água por dia
* Ao comprar uma geladeira verifique se ela tem a certificação 'greenfreeze', que não ataca a camada de ozônio nem aquece o planeta. Mantenha a ventilação adequada do radiador da geladeira, você terá uma economia de 15% de energia.
* Evite objetos feitos de plástico. Eles utilizam petróleo na sua fabricação e são fontes de contaminação do ambiente.
* Para limpeza dos banheiros, use escova com bicarbonato de sódio e água quente. Para pias, despeje vinagre e deixe descansar durante a noite, enxaguando pela manhã. Para limpar bacias, aplique uma pasta de bórax e suco de limão. Deixe por algumas horas e dê descarga. Ou utilize uma solução forte de vinagre.
* O vidro é responsável por 3% do lixo residencial do país. Reutilize-o ou recicle-o.

almiscar

Incensos, perfumes e outras essências que utilizam almíscar natural são obtidas através do sofrimento de animais, portanto, não compre!
O óleo de Civet ou Musk Oil, usado especialmente na fabricação de perfumes, é proveniente de uma secreção seca obtida dolorosamente dos órgãos genitais do cervo almiscareiro, castor, rato silvestre e outros. Gatos selvagens são capturados e mantido em gaiolas em condições horríveis e são chicoteados ao redor dos genitais para produzir o odor. Castores são pegos em armadilhas, cervos são caçados com tiros.
Existe um acordo que proibe a prática de obter o almiscar através dos animais, porém, há países que continuam a cometer esta crueldade. Há outras alternativas como o almíscar vegetal e o sintético, de odor similar ao animal; portanto, antes de comprar, verifique a procedência do almíscar.

sábado, 3 de outubro de 2009

São Paulo vai 'exportar' lixo

Domingo (4), São Paulo não terá mais onde depositar o lixo domiciliar dos mais de 10 milhões de moradores e levará 13 mil toneladas diárias para aterros em outros municípios. O último aterro sanitário em funcionamento, o São João, na zona leste, terá a operação encerrada. A EcoUrbis, que administra o local, diz que nos próximos 15 anos, haverá obras de manutenção, monitoramento ambiental, de gases e geotécnico, para evitar desmoronamentos, além de transporte e tratamento de chorume. O depósito, que iniciou operação em 1992, tem hoje uma montanha de lixo de mais de 160 metros de altura e área de 500 mil m². É aguardada a liberação de licença para que seja construído um novo aterro sanitário, ao lado do São João, em área de 435 mil m², equivalente a 60 campos de futebol, que deve demorar mais seis meses para a construção do novo depósito e adaptação do terreno para lixo doméstico.
(Fonte: Estadão Online)

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Copos descartáveis

Tudo que é descartável gera lixo, portanto pense bem antes de consumir. Pratos e copos descartáveis são feitos à base de petróleo e levam cerca de 100 anos para sumir do mapa. Além disso, a água usada na limpeza de uma caneca, copo de vidro ou prato representa menos gasto de recursos naturais do que a quantidade de água que é necessária para a reciclagem dos produtos descartáveis.
Se no seu ambiente de trabalho há copos descartáveis para água e cafezinho, evite usá-los utilizando uma caneca ou copo permanente. Em ambientes públicos, só utilize em caso de absoluta necessidade. Numa empresa com apenas 10 funcionários que utilizam 2 copos por dia, no final do mês terá um consumo de 600 unidades. Compre um copinho ou caneta e mantenha-o na sua bolsa ou na gaveta da mesa do seu local de trabalho.
Em alguns estados do país, o uso de copos descartáveis em repartições públicas foi proibido a fim de evitar o impacto na natureza.

Pilhas

Cerca de 1% do lixo urbano é feito de elementos tóxicos, como pilhas, baterias de celular, lâmpadas fluorescentes, latas de tintas ou de inseticidas, que não podem ser descarregadas em lixo comum. Alguns tipos de pilhas, por exemplo, possuem metais perigosos à saúde e ao meio ambiente: chumbo, cádmio, mercúrio - os mais danosos à saúde - zinco, chumbo, cobre, lítio, etc. Portanto, prefira pilhas com maior tempo de uso, como as alcalinas e as recarregáveis (que podem ser recarregadas até mil vezes).
As pilhas comuns e alcalinas - utilizadas em rádios, gravadores, walkman, brinquedos, lanternas etc. - podem ser jogadas no lixo doméstico, sem qualquer risco ao meio ambiente, conforme Resolução CONAMA 257, publicada em 22 de julho de 1999; portanto, não precisam ser recolhidas e nem depositadas em aterros especiais porque os fabricantes nacionais e os importadores legalizados comercializam pilhas que atendem as determinações do CONAMA - Conselho Nacional de Meio Ambiente - com limites máximos de metais pesados em suas constituições.
Também podem ir para o lixo doméstico as pilhas/baterias de: níquel-metal-hidreto (NiMH) - (utilizadas por celulares, telefones sem fio, filmadoras e notebook); íon-de-lítio - (celulares e notebook); zinco-ar - (aparelhos auditivos); lítio – (equipamentos fotográficos, agendas eletrônicas, calculadoras, filmadoras, relógios, computadores, notebook, videocassete).Além dessas, também podem ir para o lixo doméstico as pilhas/baterias especiais tipo botão utilizadas equipamentos fotográficos, agendas eletrônicas, calculadoras, filmadoras, relógios e sistemas de segurança e alarmes.
Devem ser encaminhadas aos fabricantes e importadores, desde 22 de julho de 2000, as pilhas/baterias de:
níquel-cádmio - utilizadas por alguns celulares, telefones sem fio e alguns aparelhos que usam sistemas recarregáveis.
chumbo-ácido - utilizadas em veículos (baterias de carro, por exemplo) e pelas indústrias (comercializadas diretamente entre os fabricantes e as indústrias) e, além de algumas filmadoras de modelo antigo.
óxido de mercúrio - utilizadas em instrumentos de navegação e aparelhos de instrumentação e controle (são pilhas especiais que não são encontradas no comércio).

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Prolongue a vida útil do seu celular

Metade da população do planeta, cerca de dois bilhões e meio - tem um celular e o tempo médio de uso é de dois nos: depois disso, o aparelho é descartado e um novo aparelho é comprado; é um dos mais graves problemas ambientais.
Considerando o peso médio de 130 gramas por celular, há o descarte de placas, circuitos, plásticos e bateria com substâncias tóxicas como PVC, além de metais pesados (chumbo, lítio e cromo). A Nokia, por exemplo, é uma das pioneiras em se preocupar com o impacto ambiental causado pelo descarte de aparelhos e hoje até 80% de um celular Nokia pode ser reciclado. Além disso, a empresa coleta aparelhos que iriam parar no lixo comum.
O celular deve ser descartado em lixo especial, em lojas que vendem o aparelho e lembre-se sempre de prolongar o máximo possível a vida útil de seu celular.
SMS - Prefira enviar uma mensagem, ao invés de ligar. Segundo o engenheiro elétrico Ricardo Dinato, da ONG Iniciativa Verde, o impacto ambiental de enviar um SMS é 30 vezes menor do que uma ligação de cinco minutos.
Além da energia consumida pela bateria, uma ligação celular aciona redes, antenas, bases, etc. 85% por cento do impacto de um celular está em sua fabricação, principalmente na energia para gerar sua bateria.
Quanto à emissão de gases causadores do efeito estufa, dois anos de uso de um celular seriam compensados pelo plantio de duas árvores.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Um quilo de lixo por dia

Cada pessoa produz cerca de um quilo de lixo por dia e, em média, 30% pode ser reciclado. Por ano, cada pessoa produz cerca de 300 quilos de lixo.
A palavra lixo deriva do latim - lix que significa cinza. No dicionário, lixo é definido como sujeira, imundice, coisa ou coisas inúteis, velhas, sem valor. Na linguagem técnica, lixo é sinônimo de resíduos sólidos e é representado por materiais descartados pelas atividades humanas.
Com a Revolução Industrial e o consumo em larga escala, e a chegada da era dos descartáveis em que a maior parte dos produtos - de guardanapos de papel a computadores - são inutilizados e jogados fora, as áreas disponíveis para colocar o lixo se tornaram escassas.
Uma alternativa para gerar menos lixo é estar atento ao adquirir um produto preferindo uma embalagem reutilizável. Em algumas embalagens consta o símbolo da reciclabilidade, informando que se trata de uma embalagem que pode ser reciclada, embora não seja uma garantia de que será reciclada.

Uma embalagem ecológica é a que pode ser reutilizada, como eram as garrafas de vidro, usadas anos atrás, para refrigerantes; na Europa, aliás, as garrafas de vidro, reutilizáveis, estão voltando ao mercado sendo usadas para embalar leites e bebidas.
A Dinamarca proibiu em 1977 as embalagens descartáveis para bebidas não alcoólicas e, em 1981, para cerveja. Em Portugal, um decreto estabelece as normas para a gestão de embalagens e resíduos de embalagens, priorizando a prevenção de sua produção e o retorno de embalagens usadas.

sábado, 19 de setembro de 2009

TABELAS DE RECICLAGEM

PLÁSTICO
Reciclável:

Copos
Garrafas
Sacos/Sacolas
Frascos de produtos
Tampas
Potes
Canos e Tubos de PVC
Embalagens Pet (Refrigerantes, Suco, Óleo, Vinagre, etc. )
Não Reciclável:
Cabos de Panelas
Adesivos
Espuma
Acrílico
Embalagens Metalizadas (Biscoitos e Salgadinhos)
METAL
Reciclável:

Tampinhas de Garrafas
Latas
Enlatados
Panelas sem cabo
Ferragens - Arames, Chapas, Canos, Pregos
Cobre
Não Reciclável:
Clipes
Grampos
Esponja de Aço
Aerossóis
Latas de Tinta
Latas de Verniz, Solventes Químicos e Inseticídas
PAPEL
Reciclável:

Jornais e Revistas
Listas Telefônicas
Papel Sulfite/Rascunho
Papel de Fax
Folhas de Caderno
Formulários de Computador
Caixas em Geral (ondulado)
Aparas de Papel
Fotocópias
Envelopes
Rascunhos
Cartazes Velhos
Não Reciclável:
Etiquetas Adesivas
Papel Carbono
Papel Celofane
Fita Crepe
Papéis Sanitários
Papéis Metalizados
Papéis Parafinados
Papéis Plastificados
Guardanapos
Bitucas de Cigarros
Fotografias
VIDRO
Reciclável:

Garrafas
Potes de Conservas
Embalagens
Frascos de Remédios
Copos
Cacos dos Produtos Citados
Pára-brisas
Não Reciclável:
Espelhos
Boxes Temperados
Louças
Cerâmicas
Óculos
Pirex
Porcelanas
Vidros Especiais (tampa de forno e microondas)
Tubo de TV
Fonte: Natural Limp

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

galinha feliz

Galinha feliz é aquela criada no chão, em amplo espaço, ciscando, em contato com o sol, que convive com um galo, e come ração composta de verduras, capim, restos de comida. O ovo da galinha feliz, conhecido como ovo de colônia tem sua gema bem amarelona e valor nutricional superior aos das (pobres!) galinhas confinadas, criada à base de ração artificial, sem luz do sol natural, e sem se mover.
Eu só compro ovos de galinha da colônia porque além de serem melhores, garantem a felicidade das galinhas. Os ovos de colônia tem mais ômega 3 e ômega 6 e são superiores em todos os sentido.

herança


Lembre-se sempre que tudo o que você consumir vai para no lixo. Portanto, consuma sempre o que pode ser reciclado.
Confira o tempo de decomposição de alguns itens:
Aço: mais de 100 anos
Alumínio: 200 a 500 anos
Cerâmica: indeterminado
Chichetes: 5 anos
Corda de nylon: 30 anos
Embalagens longa vida: até 100 anos
Esponjas: indeterminado
Filtros de cigarros: 5 anos
Isopor: indeterminado
Louças: indeterminado
Luvas de borracha: indeterminado
Metais (componentes de equipamentos): cerca de 450 anos
Papel e papelão: cerca de 6 meses
Plásticos (embalagens, equipamentos): até 450 anos
Pneus: indeterminado
Sacos e sacolas plásticas: mais de 100 anos
Vidros: indeterminado

litros de luz

video

Xixi no banho


Tem gente que deixa o xixi acumular no vaso sanitário, como faz a atriz Camerom Diaz que utiliza o banheiro várias vezes até dar a descarga; na Austrália há duas válvulas: uma para pouca água (para o xixi) e outra com mais água (para o coco). A intenção é só uma: economizar a água da descarga do banheiro.
Numa casa brasileira, os cerca de 200 litros diários são consumidos em: 27% para cozinhar e beber água, 25% higiene (banho, escovar os dentes), 12% lavagem de roupa; 3% outros (lavagem de carro) e finalmente 33% descarga de banheiro. Se existirem duas redes de água, reusando a ‘água cinzenta’ (águas resultantes de lavagens e banho) para a descarga do banheiro, pode-se economizar 1/3 de água.
A SOS Mata Atlântica (www.sosmatatlantica.org.br) recomenda que se faça xixi no banho, pois é possível economiza até 12 litros de água por dia. O ideal é fazer no início do banho: 95% do xixi é água, e os outros 5% são sal e uréia.
As descargas podem gastar de 10 a 30 litros de água. Instale descargas de baixo consumo: as caixas de descarga que gastam em média seis litros por descarga; as embutidas gastam bem mais.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Bituca de cigarro


Segundo maior poluidor das praias brasileiras, a bituca de cigarro leva cerca de cinco anos para sumir do mapa. Enquanto isso, segue matando animais e aves marinhos, que confundem a bituca com alimento, entopem bueiros e poluem o solo e as águas com suas substâncias tóxicas - chumbo, cádmio e arsênio. Em alguns casos podem causar incêndios.
Apesar de experiências, transformando a bituca em papel, ela ainda é considerada um item não reciclado.
Em Londres, jogar bituca de cigarro na rua custa uma multa de 50 libras.


A foto acima mostra as inúmeras bitucas de cigarro que recolhi ao meu redor, jogadas na areia da praia

energia elétrica

TV - usar um TV de 20’’ diariamente por cinco horas o consumo é de 13 kWh (R$ 3,06), ou 7% da conta.
Geladeira - segundo eletrodoméstico que mais soma gastos na conta: 25% da energia utilizada na casa.
Uma geladeira (270 litros, uma porta) ligada por um mês consome R$ 14,1 na conta. Um freezer consome o mesmo.
Chuveiro - é o que mais consome energia, mas pode ter o consumo reduzido em 30% na posição “verão”, com banhos rápidos.
Computador - ligado três horas por dia durante um mês representa cerca de 13 kWh (R$ 3). O monitor de vídeo é responsável por 70% do consumo. Configure para desligar automaticamente, após alguns minutos fora de uso.
Condicionador de ar - um aparelho de 10000 BTU utilizado por seis horas durante um mês consome 243 kWh (R$ 57,35).
* Dê preferência à energia solar para aquecer a água de casa. A economia na conta de luz cobre o custo da instalação do equipamento em até três anos. Além disso há alternativas de instalação feitas com garrafa pet.
* Quando comprar eletrodomésticos, prefira aparelhos com o selo Procel, pois indica que o aparelho consome menos energia.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Ecobag: você tem que ter uma!



Calcula-se que cada pessoa consuma 150 sacos plásticos por ano. Em termos mundiais, os números são assustadores: um milhão por minuto e apenas 0,06% é reciclada! Sacolas plásticas não degradáveis levam 400 anos para se decompor na natureza.
Compre a sua ecobag e evite as sacolas plásticas sempre que possível. No mercado, peça ao empacotador para reduzir o numero de sacolas. Quando comprar frutas e verduras, pese separadamente cada um e coloque tudo num saco só. Reduze sempre que possível o uso de plástico.
Sacos plásticos jogados no ambiente podem obstruir bueiros, causando inundações e custos (cerca de 60%) em manutenção e podem chegar ao mar, causando a morte de animais marinhos. A maior parte de sacolas plásticas acaba nos oceanos: o plástico é responsável por um terço da poluição nos mares, causando a extinção de diversos animais que confundem o plástico com alimento.

Lâmpadas fluorescentes



Os 27 países que integram a União Européia estão, a partir de 1º de setembro, banindo o uso de lâmpadas comuns - as de 100 watts já estão proibidas de serem comercializadas e as demais devem ser proibidas em até três anos.
Na lâmpada comum, o equivalente a 5% da energia elétrica consumida é transformado em luz. Já a lâmpada econômica, a flourescente, chega a gastar até 80% menos energia e a ter vida útil acima de dez mil horas - contra apenas mil horas das incandescentes.
A substituição das lâmpadas convencionais vai gerar economia de eletricidade de 50% nas casas, além de jogar menos gás carbônico na atmosfera.
As fluorescentes - que contém pequenas quantidades de mercúrio - devem ser colocadas num lixo à parte. Misturados aos outros restos, os cacos costumam ferir os catadores. As lâmpadas incandescentes (comuns) não são recicladas, não causam impacto negativo no meio ambiente, e podem ser depositadas no lixo comum, protegidas para não causar ferimentos.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Água em garrafa



Legal: a cidade de Bundanoon, na Austrália, é a primeira a proibir a comercialização de água em garrafa!
Infelizmente, o consumo de água em garrafa é o que mais cresce no mundo - aumentou 145% - e os lucros são fabulosos. O Brasil é o quarto mercado, atrás apenas dos EUA, México e China. A cada ano, 4 bilhões de garrafas PET vão para lixo no Brasil que recicla cerca de 50% das embalagens.
Acredite: para fazer uma garrafa gasta-se 6,7 vezes mais água do que a água que ela guarda!
Estudo feito numa universidade de Genebra provou que a única diferença entre a água de garrafa e a da torneira é que uma é fornecida pela garrafa e a outra pelo cano. Além disso, as concessionárias são obrigadas por lei a fornecer água apropriada para o consumo. E nas cidades com água encanada a qualidade da água em nada se difere na engarrafada.
Algumas águas vendidas em garrafa são realmente de fontes minerais, outras nem tanto, e ainda há as marcas ‘piratas’ que podem vir de fontes contaminadas.
Pense antes de comprar:
* Utilize o filtro
* Evite comprar garrafa de uso individual: use cantil ou garrafa para carregar a sua água
* Você mesmo pode fazer sua água tratada: basta deixar a água da torneira descoberta por 24 horas na geladeira que o cloro se evapora
* A água oferecida pelas concessionárias geralmente tem flúor, o que evita as cáries nas crianças

Segundo o site http://www.planetasustentavel.abril.com.br/
O QUE OS ECOLOGISTAS VÊEM DE ERRADO NA ÁGUA ENGARRAFADAUma pessoa que bebe em média 2 litros de água mineral por dia ao final de um ano terá consumido 1.460 garrafas de meio litro. A fabricação dessas garrafas provoca os seguintes danos ao meio ambiente:
- Despeja na atmosfera 200 gramas de partículas poluentes. Parece pouco, mas é o que um caminhão emite após rodar 2.000 quilômetros;- Emite 4,6 quilos de dióxido de carbono (CO2) e outros gases que provocam o aquecimento global. Uma árvore demora três meses para absorver essa quantidade de CO2;- Consome 505 quilowatts/hora de energia, o suficiente para deixar seis lâmpadas de 100 watts acesas ininterruptamente por trinta dias;- Se as 1.460 garrafas de meio litro consumidas por uma pessoa num ano fossem empilhadas, atingiriam 300 metros, a altura da Torre Eiffel;- Cada garrafa leva pelo menos 100 anos para se decompor. No Brasil, menos da metade de todas as garrafas PET é reciclada.
LEVE NO ESTÔMAGO PESADA NO BOLSOUma garrafa de água de meio litro custa 1 real. Esse valor é suficiente para encher a mesmagarrafa com água da torneira, quatro vezes ao dia, por um ano (tomando como base as tarifas da Sabesp, que fornece água ao estado de São Paulo).

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Plástico filme

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou recentemente que o plástico filme tem substâncias tóxicas além do permitido e que podem causar doenças, principalmente em contato com alimentos mais gordurosos.
Apesar de reciclável, o plástico filme, feito de petróleo, demora anos para se decompor na natureza e quando incinerado gera um líquido tóxico.
Para guardar alimentos utilize embalagens reaproveitáveis ou embalagens que você tem em casa, como potes de sorvetes, margarinas, etc.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Óleo de cozinha

A decomposição do óleo de cozinha emite metano na atmosfera, principal gás causador do efeito estufa.
Jogado no ralo da pia, o óleo chega ao oceano ou rios pelas redes de esgoto - cada litro de óleo vegetal despejado em esgoto ou descartado na natureza polui um milhão de litros de água, quantidade de água utilizada por uma pessoa ao longo de 14 anos! Além de entupir e estragar redes e esgotos, aumentando o custo em 45% na manutenção.
Utilizado para a fabricação de sabão, o óleo pode ser descartado no lixo, desde que em embalagem fechada para ser encaminhado à reciclagem - e também está sendo utilizado para a fabricação de biodiesel.

Orgânicos

Cerca de 15 mil produtores são responsáveis por 1% dos alimentos orgânicos vendidos no país - cultivados sem fertilizantes químicos e agrotóxicos, harmonizando ambiente e agricultor, equilibrando solo e recursos naturais - como água e luz. Os orgânicos tem durabilidade maior em relação aos convencionais, uma vez que o menor teor de água em sua composição reduz a proliferação de bactérias - um orgânico fresco possui 20% menos de água em sua composição, tornando os nutrientes mais concentrados; além de trazer quantidade maior de açúcar. Com níveis superiores de vitamina C, o tomate orgânico, apresenta 23% mais vitamina A do que os convencionais. E minerais também: 63% a mais de cálcio, 73% a mais de ferro, 118% de magnésio, 178% de molibdênio, 91% de fósforo, 125% de potássio e 60% de zinco.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

carro movido a ar

video

Um dia sem carne!



Desde que tive o privilégio de vir morar neste paraíso que é Garopaba, minha vida e meus hábitos foram se modificando. Nada radical, mas a carne não me apetece tanto. Lá de vez em quando, tudo bem...
Além disso, a carne de bovinos consome reservas enormes:
Para ‘produzir’ cada 450 g de carne de vaca são necessários três quilos de sementes e três mil litros de água! Vacas e animais para abate poluem muito: uma fazenda de porcos dos EUA produz mais fezes do que a cidade de Los Angeles. Nos EUA, os dejetos de animais são 130 vezes superiores aos dos humanos!

Um produtor pode alimentar 30 pessoas durante um ano com um hectare de terra se produzir vegetais, frutas e cereais. Se a mesma área for utilizada para produzir ovos, leite ou carne, o número cai para cinco a dez pessoas.
Paul MCartney e outras famosidades encabeçaram uma campanha no Reino Unido pela ‘segunda-feira sem carne’ou ‘um dia vegetariano’.
Banir a carne, mesmo que seja apenas uma vez por semana, reduz as emissões de gases e contribui para a diminuição do efeito estufa.
Pois afinal, o impacto no ambiente é grande: ingerir um quilo de carne de vaca equivale a viajar 250 km de carro.
Os animais ruminantes produzem gás metano, em forma de arroto ou gases - que polui 23 vezes mais que o CO2. Segundo a FAO - Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação - o setor pecuarista emite mais gases de efeito estufa - 18% que o setor dos transportes. O esterco gera óxido nitroso com potencial 296 vezes maior de aquecimento global que o CO2. Além disso, grandes extensões de terra, principalmente na América Latina, têm sido desmatadas para se transformarem em pastos.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009



Água

Apenas 1% da água do planeta está disponível ao homem e quase toda (99%) está retida em calotas, geleiras polares e nas profundezas do solo. No entanto, segundo a revista People & the Planet, se este 1% fosse distribuído uniformemente ao redor do mundo, e se usado racionalmente, seria possível sustentar duas ou três vezes a população mundial.
Porém, muitas regiões já sofrem com a escassez da água doce. Cerca de 40% dos habitantes do mundo, - dois bilhões de pessoas - vivem sem água limpa nem saneamento. Segundo dados da OMS, a cada oito segundos uma criança morre por uma doença relacionada à água. Nos países em desenvolvimento, 80% das doenças são disseminadas pelo consumo de água contaminada - agentes patogênicos transportados pela água matam 25 milhões de pessoas por ano.

* Escovar os dentes com a torneira aberta pode desperdiçar de 60 a 80 litros de água.
* Troque as válvulas de descarga por caixas de 6 litros. Ao acionar a válvula de descarga, você gasta de 10 a 30 litros. Já com as caixas externas de 6 litros, você economiza de 4 a 24 litros de água por descarga com o mesmo efeito.
* Arrume as torneiras que estão pingando. Uma torneira pingando desperdiça mais de 40 litros de água por dia.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Limpando a casa com vinagre


O vinagre branco pode ser usado na faxina da casa para eliminar odores, desinfetar e lustrar. Além de ser mais barato, evita o uso de produtos tóxicos na limpeza, combate mofo, gordura e odores. O vinagre substitui produtos como detergentes, amaciantes e limpadores multiuso. Diminui o consumo de produtos de limpeza, embalagens e químicos gerando uma economia de 30% de gastos nesta área.
Para facilitar, eu já fiz as devidas misturas (conforme as medidas abaixo) dos produtos de limpeza e guardo em embalagens identificadas para utilizar sempre que necessário. Fiz o limpador de carpetes, vidros, amaciante, enfim...
CARPETES E TAPETES - Para cada litro de água, utilize duas colheres (sopa) de vinagre.
PAREDES - Vinagre e água morna em partes iguais limpa riscos de lápis e marcas nas paredes. Esfregar com um pano. ARMÁRIOS - Para eliminar odor de mofo, deixe por uma noite uma bacia com vinagre.
ANIMAIS - Para eliminar o cheiro de urina e fezes, use solução de dois terços de água morna e um terço de vinagre. Depois, aplique vinagre sobre o local e deixe secar. FOGÃO - Para limpar a gordura, deixe vinagre por 15 minutos e limpe.
BANHEIRO - Esfregar uma escova com vinagre remove o mofo dos rejuntes dos azulejos. Deixe por duas horas e lave com água e sabão. Nas peças de louça use esponja embebida numa solução (meio a meio) de água e vinagre. LAVANDERIA - Num borrifador, coloque a mesma quantidade de água e vinagre branco. Aplique sobre manchas nas roupas antes de colocá-las na máquina. Para aumentar o poder de limpeza do sabão em pó, espere a máquina encher e adicione à água uma xícara (chá) de vinagre puro. Deixe lavar normalmente.COZINHA - Para retirar queimados do fundo de panelas, encha-a de água e adicione 4 colheres (sopa) de vinagre branco. Leve ao fogo e deixe ferver. Espere esfriar e lave.
JANELAS E ESPELHOS - Dilua três colheres de vinagre em 10 litros de água quente. Se o vidro estiver muito sujo, limpe antes com água e sabão.
Mas benefícios do vinagre: * Para desinfetar a máquina de lavar louças, dê um ciclo de pré-lavar com uma xícara (chá) de vinagre. * Para deixar os copos de vidro brilhantes, deixe-os de molho numa bacia com água e gotas de vinagre branco. Depois lave com detergente.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009


Vamos separar o lixo?
Apenas um (!) por cento da população brasileira tem o hábito de separar o lixo domiciliar - lixo orgânico e inorgânico.
Separar o lixo é básico, é hábito que deve ser passado de pai para filho, deveria ser matéria de escola, de campanha educativa em rádios, tevês e jornais, e deveria ser incentivado pelas secretarias municipais de ambiente. Pior que isso, é olhar para o chão das ruas na maioria das cidades, as areias das praias, o mar, rios, verdadeiros depósitos de lixo a céu aberto.
Comece pelo básico: tenha sempre na pia da cozinha, um lixinho para os restos de alimentos e outro, maior, para embalagens e descartáveis. O ambiente agradece e os catadores de lixo também.
Na praia, leve uma sacola para limpar a sua sujeira e na rua utilize as lixeiras. Na falta delas, coloque na sua bolsa. No carro, a mesma coisa: uma sacola pra juntar o lixo.
Quando observo que alguma amiga ainda não separa o lixo, eu a presenteio com uma lixeirinha de cozinha (para os orgânicos)!
Veja só:
* Separar o lixo doméstico facilita a reciclagem porque o material permanece limpo e com maior potencial de reaproveitamento.
* O Brasil produz 250 toneladas de lixo por dia. 76% são depositados a céu aberto, em lixões, 13% são depositados em aterros controlados, 10% são depositados em aterros sanitários, 0,9% são compostados em usinas e 0,1% são incinerados.
* 40% dos municípios não recebem nenhum serviço de coleta de lixo. 40 mil toneladas de lixo ficam sem coleta diariamente.
* A coleta seletiva é praticada em pouco mais de 80 municípios brasileiros, principalmente nas regiões Sul e Sudeste.
* Cada pessoa produz, em média, 1k de lixo por dia.
Veja o tempo de decomposição:
* Papel limpo: 2 a 4 semanas
* Lata de alumínio: 200 a 500 anos
* Plástico: 450 anos
* Tecido de algodão: 1 a 5 meses
* Madeira pintada: 12 anos
* Chiclete: 5 anos
Aparelhos em stand bye - Aparelhos desligados, embora ligados à rede elétrica, ou em stand bye (em espera) são responsáveis por cerca de 15% do gasto em energia elétrica ao mês. Segundo simulação feita pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor uma Tv e DVD ligados à tomada ( em stand bye) podem consumir cerca de 50 reais ao ano na conta de luz. Sem contar microondas, rádio, play station, máquina de lavar, etc.
Os aparelhos já contém informações sobre o consumo em modo stand bye, mas o ideal é você desligar da tomada sempre que possível.

Celular - Muitos têm péssimo hábito de não retirar o carregador de bateria da tomada, mesmo depois do celular carregado. Hoje são mais de 3 bilhões de celulares no mundo e apenas 10% das pessoas retiram o aparelho da tomada.
Se todos retirassem o carregador da tomada seria o suficiente para abastecer 60 mil domicílios, poupando R$ 6 milhões anuais em energia.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009


Protetora dos animais
Ursula Strauch envia-me e-mail seguidamente, comentando ou mostrando fotos de atrocidades cometidas contra os animais. Presidenta do Projeto Pró-Animal, conheci a alemã Ursula há vários anos, quando morava em São Leopoldo e necessitei de uma adestradora e cuidados especiais para minha fila Urca. Pelo carinho e dedicação com que acolheu Urca, sou eternamente grata a ela.
Em seus emails e site, Ursula tenta conscientizar as pessoas sobre a importância de bem tratar os animais, além de alertar contra as atrocidades cometidas com esses pequenos seres indefesos.
Na Coréia, por exemplo, comer carne regada à adrenalina é afrodisíaco. Cães e gatos são suspensos de cabeça para baixo sobre caldeirões com água fervendo. Os animais são batidos com varas, com a finalidade de quebrar os ossos. Depois são jogados vivos nos caldeirões.
Na Tailândia, maltratar um animal significa ajudar uma alma a pagar seus pecados e subir purificado para uma próxima vida. Chutar um cachorro ou bater num gato é um ato misericordioso.
O funcionário de um frigorífico da China confirmou que os animais ficam conscientes por mais de dez minutos e sentem quando seus chifres e patas são retirados e quando sua barriga é aberta. Aliás, foi Paul McCartney quem disse que se os frigoríficos tivessem paredes de vidro, todos seriam vegetarianos.
Ursula destaca o trabalho de Paul Watson, um dos maiores protetores de animais, que chegou a afundar metade da frota da Islândia, acusada de caçar baleias. Watson foi preso inúmeras vezes, mas salvou a vida de milhares de bebês de focas e chamou atenção do mundo para proteção das baleias. Ursula pode ouvi-lo por duas oportunidades em palestras na Unisinos, além de ler seu livro, Earth Force, leitura obrigatória para quem quer fazer algo pelos animais.
Mas o que acontece com os animais nos laboratórios de cosméticos, nos cultos africanos ou nos rodeios? Ursula diz que os bichinhos na rua significam menos do que a ponta de um iceberg no que diz respeito aos maus-tratos. E lembra que você, adotando ou denunciando maus-tratos aos animais, pode ajudar.
Para entrar em contato com o Projeto Pró-Animal: Estrada Morro do Paula, 3755. Telefax: 8449- 3617. São Leopoldo, RS.
E-mail: contato@projetoproanimal.com.br

Ressonância Schumann
Superinteressante este texto do teólogo Leonardo Boff, de anos atrás, mas sempre muito atual.
Você já havia ouvido falar sobre a Ressonância Schumann?

“Não apenas as pessoas mais idosas mas também as jovens têm a sensação de que tudo está se acelerando excessivamente. Ontem foi carnaval, logo depois a Páscoa, mais um pouco, Natal. Esse sentimento é ilusório ou possui base real?
Pela ‘ressonância Schumann’ se procura dar uma explicação. O físico alemão W.O. Schumann constatou em 1952 que a Terra é cercada por um campo eletromagnético poderoso que se forma entre o solo e a parte inferior da ionosfera que fica cerca de 100 quilômetros acima de nós. Esse campo possui uma ressonância (daí chamar-se ressonância Schumann) mais ou menos constante da ordem de 7,83 pulsações por segundo. Funciona como uma espécie de marca-passo, responsável pelo equilíbrio da biosfera, condição comum de todas as formas de vida. Verificou-se também que todos os vertebrados e o nosso cérebro são dotados da mesma freqüência de 7,83 hertz.
Empiricamente fez-se a constatação que não podemos ser saudáveis fora desta freqüência biológica natural. Sempre que os astronautas, em razão das viagens espaciais, ficavam fora da ressonância Schumann, adoeciam. Mas submetidos à ação de um ‘simulador Schumann’ recuperavam o equilíbrio e a saúde.
Por milhares de anos as batidas do coração da Terra tinham essa freqüência de pulsações e a vida se desenrolava em relativo equilíbrio ecológico. Ocorre que a partir dos anos 80 e de forma mais acentuada a partir dos anos 90 a freqüência passou de 7,83 para 11 e para 13 hertz por segundo. O coração da Terra disparou. Coincidentemente desequilíbrios ecológicos se fizeram sentir: perturbações climáticas, maior atividade dos vulcões, crescimento de tensões e conflitos no mundo e aumento geral de comportamentos desviantes nas pessoas, entre outros. Devido à aceleração geral, a jornada de 24 horas, na verdade, é somente de 16 horas. Portanto, a percepção de que tudo está passando rápido demais não é ilusória, mas teria base real neste transtorno da ressonância Schumann.
Gaia, esse superorganismo vivo que é a mãe Terra, deverá estar buscando formas de retornar a seu equilíbrio natural. E vai consegui-lo, mas não sabemos a que preço, a ser pago pela biosfera e pelos seres humanos. Aqui abre-se o espaço para grupos esotéricos e outros futuristas projetarem cenários, ora dramáticos, com catástrofes terríveis, ora esperançosos como a irrupção da quarta dimensão pela qual todos seremos mais intuitivos, mais espirituais e mais sintonizados com o biorritmo da Terra.
Não pretendo reforçar este tipo de leitura. Apenas enfatizo a tese recorrente entre grandes cosmólogos e biólogos de que a Terra é, efetivamente, um superorganismo vivo, de que Terra e humanidade formam uma única entidade, como os astronautas testemunham de suas naves espaciais. Nós, seres humanos, somos Terra que sente, pensa, ama e venera. Porque somos isso, possuímos a mesma natureza bioelétrica e estamos envoltos pelas mesmas ondas ressonantes Schumann.
Se quisermos que a Terra reencontre seu equilíbrio devemos começar por nós: fazer tudo sem estresse, com mais serenidade, com mais amor que é uma energia essencialmente harmonizadora. Para isso importa termos coragem de ser anticultura dominante que nos obriga a ser cada vez mais competitivos e efetivos. Precisamos respirar juntos com a Terra para conspirar com ela pela paz.”

terça-feira, 4 de agosto de 2009

caros blogueiros que me prestigiam com sua leitura
penso que a partir de agora terei mais tempo para atualizar e aprender um pouco mais sobre o blog, já que sou uma iniciante nesta área que me foi apresentada pelo amigo Ricardo Blauth (artesdoblauth.blogspot.com) respeitável artista plástico, homem das artes e cultura que, aliás, me presenteou com este belo cabeçalho da República Verde!
a ele e a vocês, minha gratidão

Recebi por email esta citação, que concordo plenamente, e achei bem apropriada para este espaço:
"Todo mundo pensa em deixar um planeta melhor para nossos filhos, mas quando vamos pensar em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"

Uma criança que aprende o respeito e a honra dentro de casa e recebe o exemplo vindo de seus pais, torna-se um adulto comprometido em todos os aspectos, inclusive em respeitar o planeta onde vive...

domingo, 21 de junho de 2009

Eu recebi por e-mail de um amigo, e achei bem interessante. Dizem que faz parte da astrologia celta. A titulo de curiosidade, veja de que arvore você caiu?

DE QUE ÁRVORE VOCÊ CAIU?

Busque o dia do seu aniversário e encontre a sua árvore...
23 de Dez até 01 de Jan - Árvore de Maçã
02 de Jan até 11 de Jan - Árvore de Abeto
12 de Jan até 24 de Jan - Árvore de Olmo
25 de Jan até 03 de Fev - Cipreste
04 de Fev até 08 de Fev - Álamo
09 de Fev até 18 de Fev - Cedro
19 de Fev até 28 de Fev - Pinheiro
01 de Mar até 10 de Mar - Salgueiro Chorão
11 de Mar até 20 de Mar - Árvore de Limas
21 de Mar - Carvalho
22 de Mar até 31 de Mar - Árvore de Avelã
01 de Abr até 10 de Abr - Árvore Rowan
11 de Abr até 20 de Abr - Árvore de Arce
21 de Abr até 30 de Abr - Nogueira
01 de Mai até 14 de Mai - Álamo
15 de Mai até 24 de Mai - Árvore de Castanhas
25 de Mai até 03 de Jun - Árvore de Cinzas
04 de Jun até 13 de Jun - Árvore Hornbeam
14 de Jun até 23 de Jun - Figueira
24 de Jun - Árvore de Abedul
25 de Jun até 04 de Jul - Árvore de Maçã
05 de Jul até 14 de Jul - Árvore de Abeto
15 de Jul até 25 de Jul - Árvore de Olmo
26 de Jul até 04 de Ago - Cipreste
05 de Ago até 13 de Ago - Alamo
14 de Ago até 23 de Ago - Cedro
24 de Ago até 02 de Set - Pinheiro
03 de Set até 12 de Set - Salgueiro Chorão
13 de Set até 22 de Set - Árvore de Limas
23 de Setembro -Oliveira
24 de Set até 03 de Out - Árvore de Avelã
04 de Out até 13 de Out - Árvore de Rowan
14 de Out até 23 de Out - Árvore de Arce
24 de Out até 11 de Nov - Nogueira
12 de Nov até 21 de Nov - Árvore de Castanhas
22 de Nov até 01 de Dez - Árvore de Cinzas
02 de Dez até 11 de Dez - Árvore Hornbeam
12 de Dez até 21 de Dez - Figueira
22 de Dezembro - Árvore de Faia
ARVORE DE ÁLAMO (A Incerteza) É uma pessoa com um alto sentido de estética, não é muito segura de si mesma, valente se for necessário, precisa estar em um ambiente agradável, é muito seletiva, às vezes solitária, muito alegre, de natureza artística, boa organizadora, tenta aprender através da filosofia, confiável em qualquer situação, assume as relações muito seriamente. ÁRVORE DE ABEDUL (A Inspiração) Uma pessoa vigorosa atrativa, elegante, amistosa, não é pretenciosa, é modesta, não gosta de excessos, se aborrece com coisas vulgares, ama a vida a natureza e a calma, não é muito apaixonada, cheia de imaginação, um pouco ambiciosa, acredita numa atmosfera de calma e satisfação.
ÁRVORE DE ABETO (O Mistério) É um pessoa de extraordinário bom gosto, dignidade, sofisticada, ama a beleza, temperamental, teimosa, tende para o egoísmo mas se preocupa com as pessoas que estão ao seu redor, é modesta, muito ambiciosa de muitos talentos, criativa, amante insatisfeita, de muitos amigos e inimigos, muito confiável.
ÁRVORE DE ARCE (A Mente Aberta) Uma pessoa fora do comum , cheia de imaginação e originalidade, tímida e reservada, ambiciosa, orgulhosa, segura de si mesma, com sede de novas experiências, algumas vezes nervosas, tem muitas complexidades, possui boa memória, aprende rapidamente, com uma vida amorosa complicada, gosta de impressionar. Deve buscar ter uma relação seria que encha sua vida, isso lhe fará feliz.
ÁRVORE DE AVELÃ (O Extraordinário) É uma pessoa encantadora, não pede nada, muito compreensiva, sabe como impressionar as pessoas, é uma pessoa segura, mente aberta, positivista, ativa na luta por causas sociais, popular, temperamental e amante caprichoso, sensual e excessivamente apaixonado, belo, sensível, honesto e companheiro tolerante, com um sentido de justiça muito preciso.
A OLIVEIRA (A Sabedoria) Ama o sol, de sentimentos quentes e ternos, razoável é uma pessoa equilibrada, evita agressão e a violência,tolerante, alegre, calma, tem um sentido desenvolvido para a justiça, sensível, empática, não conhece os ciúmes, lhe encanta a leitura e a companhia de pessoas sofisticadas.
A NOGUEIRA (A Paixão) Implacável, é uma pessoa estranha e cheia de contrastes, não é egoísta, agressiva quando precisa, amorosa, nobre, de horizontes amplos, de reações inesperadas, espontânea, de ambição sem limites, pouco flexível, é uma companhia pouco comum, nem sempre agrada mas é admirável, comum gênio estratégico, muito zelosa e apaixonada, não se compromete se não conhece.
A FIGUEIRA (A Sensibilidade) Muito forte, é uma pessoa pouco voluntariosa, independente, não permite as contradições ou discussões, ama a vida, sua família, as crianças e os animais, um pouco volátil socialmente, bom sentido do humor, tímida mas um pouco extrovertida. Gosta da ociosidade e da preguiça tem um talento pratico e inteligência. Pessoa muito sensual e atrativa ao sexo oposto. Grande elegância e porte.
ÁRVORE DE CASTANHAS (A Honestidade) De beleza incomum, não deseja impressionar, com um desenvolvido sentido de justiça, vigorosa é uma pessoa interessada, diplomática de nascimento, se irrita facilmente e é sensível com companhia, muitas vezes por insegurança em si mesma, as vezes atua com sentido de superioridade, se sente incompreendida, ama uma só vez, tem dificuldades para encontrar seu parceiro.
ÁRVORE DE CINZAS (A Ambição) É uma pessoa excepcionalmente atrativa, vigorosa , impulsiva, exigente, não se importa com as criticas, ambiciosa, inteligente, cheia de talentos, gosta de jogar com o destino, pode ser egoísta, muito confiável e digna de confiança, amante fiel e prudente, algumas vezes o cérebro controla o coração, mas assume suas relações muito seriamente.
ÁRVORE DE FAIA (A Criatividade) Tem bom gosto, se preocupa com as aparências, materialista, organiza bem sua vida e sua carreira, é uma pessoa econômica, bom líder, não toma riscos desnecessários, é razoável, esplendida companheira de vida, gosta de manter a linha (dieta, esportes, etc).
ÁRVORE HORNBEAM (O Bom Gosto) De uma beleza muito franca, se preocupa por sua aparência e sua condição econômica, de bom gosto, não é egoísta , vive de forma mais cômoda possível de maneira razoável e disciplinada, busca bondade e conhecimento em uma parceira emotiva, sonha com amantes incomum, aos poucos é feliz com seus sentimentos, desconfia da maioria das pessoas, nunca está segura de suas decisões, muito consciente.
ÁRVORE DE LIMAS (A Dúvida) Aceita o que a vida lhe dá de uma maneira muito complexa, odeia brigar, o estresse, e o trabalho, mas não gosta de preguiça e da ociosidade, é suave e sabe ceder, faz sacrifícios pelos amigos, tem muito talento, mas não o suficiente tenaz para explorá-los, se lamenta e se queixa um pouco, é uma pessoa muito zelosa e leal.
ÁRVORE DE MAÇÃ (O Amor) De contexto leviana, muito carismática, é uma pessoa chamativa e atrativa, de uma aura agradável, aventureira, sensível , sempre apaixonada, quer amar e ser amada, companheira fiel e terna, muito generosa, de talentos específicos, vive o dia a dia, filosofa despreocupada com imaginação. Totalmente distraída..
ARVORE DE OLMO ( A Mentalidade Nobre) Figura agradável, bom gosto em se vestir, de exigências modestas, tende a não esquecer os erros, alegre, gosta de mandar porém não obedece, é uma companhia honesta e fiel, gosta de tomar decisões pelos demais, de mentalidade nobre, generosa, com bom humor, prática.
ÁRVORE ROWAN (A Sensibilidade) Cheia de encantos, alegre, da sem expectativas de receber, gosta de chamar atenção, ama a vida, as emoções, não descansa, e inclusive gosta das complicações, é tanto dependente como independente, tem bom gosto, é uma pessoa artística, apaixonada, emocional, boa companhia, não esquece.
O CEDRO (A Confiança) De uma beleza estranha, sabe se adaptar, gosto do luxo, de boa saúde, não é uma pessoa tímida, não gosta de ver muitas pessoas, é segura de si, tem determinação, impaciente, gosta de impressionar os outros, tem muitos talentos, criativa, saudavelmente otimista, e vive na espera do único e verdadeiro amor, capaz de tomar decisões rapidamente.
O CIPRESTE (A Felicidade) Forte, adaptável, toma o que a vida tem para dar, é uma pessoa satisfeita, otimista, aspira dinheiro e reconhecimento, odeia a solidão, é uma companhia apaixonada e sempre insatisfeita, fiel, se altera facilmente, não é dócil, e desinteressada.
O PINHEIRO (O Particular) Encanta a companhia agradável, é uma pessoa muito robusta, sabe fazer sua vida algo confortável, muito ativa, natural, boa companhia mas nem sempre amistosa, se apaixona facilmente mas sua paixão se apaga em pouco tempo, se rende facilmente, se decepciona de todo até que encontra seu ideal, é de confiança e de caráter prático.
O ROBLE (A Valentia) É uma pessoa robusta da natureza, valente, forte, implacável, independente, sensível, não gosta de mudanças, mantém seus pés no chão e gosta de ação.
O SAUCE LLORÓN- SALGUEIRO CHORÃO (A Melancolia) Uma pessoa bela mas melancólica, atrativa, muito empática, ama as coisas belas e tem bom gosto, ama viajar, sonhadora sem descanso, caprichosa, honesta, pode ser influenciada mas é difícil para conviver, exigente, com boa intuição, sofre no amor mas as vezes encontra apoio em sua companhia. Algumas vezes gosta de mentir, é bastante amigável.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

A água nossa de cada dia

Segundo normas internacionais da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Fundo das Nações Unidas para Infância UNICEF - a quantidade mínima que o ser humano necessita de água por dia é de 20 litros. Americanos gastam por dia, em média 575 litros; europeus, entre 200 e 300 litros e brasileiros 180 litros. Na África, muitas vezes é necessário percorrer quilômetros para ter acesso a 10 litros de água por dia!
Saiba um pouco mais sobre o consumo:
Lavar louça - Manualmente gasta em média 240 litros de água em 15 minutos de água correndo continua. Lavadoras gastam 40 litros e as mais modernas, menos de 15 litros.
Máquinas de lavar - A de lavar roupa consome 135 litros de água; 15 minutos de torneira aberta no tanque gasta 300 litros.
Quem não tem máquina de lavar louca pode deixar água numa das cubas para deixar a louça de molho e lavar depois.
Banho - 15 minutos no chuveiro elétrico gasta 144 litros e uma ducha gasta 240 litros de água. Banheiras gastam 200 litros por banho.
Mangueira - Mangueiras para lavar carro ou calçadas gastam muito: 15 minutos consomem 370 litros. Optar pelo balde cai para 40 litros.
Molhar plantas com mangueira - 10 minutos consomem 180 litros de água. Prefira um regador.
Feche a torneira ao escovar os dentes, fazer barba, ao lavar a louça.
Vazamentos devem ser consertados: um pingo por segundo gasta 46 litros por dia.
Uma torneira aberta gasta de 12 a 20 litros de água por minuto. Um buraco num cano (espessura de um palito de dentes) gasta 3200 litros por dia.
Torneiras com aerador (aquela peneira) diminuem a vazão da água e economizam. Indicadas para área de serviço, cozinha e banheiro.
Piscina - Uma piscina de tamanho médio perde 3785 litros de água por mês por evaporação. Uma cobertura pode reduzir a perda em 90%.
Descarga - Descarga com caixa acoplada gasta de 3 a 6 litros; direto gasta 10 litros, a cada descarga.
45% da água no Brasil é desperdiçada entre o tratamento e a chegada ao domicílio, por desperdícios, ligações clandestinas, vazamentos - esta quantidade seria capaz de fornecer água a 35 milhões de pessoas por um ano!

segunda-feira, 15 de junho de 2009

fraldas descartáveis
Estima-se que um bebê use 3600 fraldas até aprender ir ao banheiro. Jogadas em aterros sanitários, as fraldas levam 500 anos para se decompor. Se você puder alternar fralda descartável com as tradicionais, usadas antigamente...
Em 2010, o Reino Unido terá uma usina para reciclar fraldas e transformá-las em produtos que vão de telhas a capacetes.

sábado, 13 de junho de 2009

Seu lixo pode ferir
Certa vez entrevistei um técnico em medicina e segurança do trabalho da Vega - empresa responsável pelo recolhimento de lixo e limpeza da cidade onde morava, São Leopoldo. Naquela época, a empresa lançou uma campanha para prevenir acidentes de trabalho dos seus coletores, através do recolhimento seguro do lixo. Os lixeiros, que tem a nobre missão de recolher nosso lixo, são vítimas de acidentes, causando desde ferimentos leves a graves, em função do mau acondicionamento do lixo, como materiais cortantes e perfurantes. Para você ter uma idéia, um coletor, geralmente jovens entre 18 e 26 anos, percorre uma média de 40 quilômetros diários recolhendo o lixo, o que exige muita preparação física.
Primeiro: separe o lixo que facilita, sem dúvida, o trabalho dos separadores e coletores.
Algumas dicas da Vega para guardar o lixo que pode causar acidentes:
* lâmpadas, copos, louças e embalagens de vidro podem se tornar perigosos e com o manuseio podem se tornar armas cortantes; devem ser embrulhadas com bastante papel;
* entre os materiais perfurantes e pontiagudos estão os pregos, parafusos, arames, lascas de madeira e agulhas de seringas descartáveis; devem ser colocados em embalagens plásticas embrulhadas com bastante jornal;
* entorte pregos e parafusos expostos em pedaços de madeira;
* envolva os objetos que podem causar acidentes com bastante papel ou papelão. Mesmo que quebrem, estarão protegidos e oferecem segurança;
* tampas de latas são verdadeiras navalhas. Devem ser dobradas para dentro, protegendo a serrilha na própria lata.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

seu quintal

Diz o sábio ditado oriental: se quer mudar o mundo comece pelo seu quintal.
A proposta deste blog é fazer com que cada um dos leitores possa, de alguma maneira, com mudança de hábitos, proteger nosso planeta.
É utopia imaginar que vamos deixar de consumir ou voltar há tempos atrás, quando os descartáveis não faziam parte de nossas vidas. A intenção é minimizar os impactos de consumo e passar adiante pequenas ações que podem fazer grande diferença pois, afinal, se quer mudar o mundo, comece pelo seu quintal.

Sacola plástica
O uso indiscriminado de sacolas plásticas, como acontece em todo o comércio, principalmente nos supermercados, é um hábito que deve ser evitado.
Em alguns países da Europa, por exemplo, as sacolas plásticas rareiam. Quem insistir em usá-las paga uma taxa, que pode chegar a 0,60 centavos por cada sacola. Quando um europeu vai às compras, geralmente leva uma sacola de algodão para carregar suas mercadorias. Com isso, protege o ambiente.
Inventado por Alexander Parkes em 1862, o plástico é feito de resina sintética, originada do petróleo, não é biodegradável e leva séculos para se decompor na natureza. No Brasil são produzidas 210 mil toneladas anuais de plástico filme, que representa 9,7% de todo o lixo do país.
A legislação de vários países europeus tenta conter a produção e distribuição descontrolada de sacolas plásticas. Na Alemanha, por exemplo, desde 1991, uma lei exige que os mesmos distribuidores de sacolas plásticas - supermercados, etc. - recebam de volta as sacolas e reciclem após o uso; o custo foi repassado aos consumidores, que pagam 0,60 por cada uma. Na Irlanda também: desde 1997 eles pagam pelas sacolas e com isso, a consciência ecológica triplicou, pois os consumidores levam suas próprias sacolas na hora de comprar. Já na Grã-Bretanha, alguns comerciantes investem na distribuição de sacolas 100% biodegradáveis, que se decompõem em 18 meses, servindo de alimento para microorganismos da natureza.
Faça a sua parte. A natureza agradece.